12 maio 2020

Museus em Belo Horizonte que você precisa conhecer

Museu de Arte da Pampulha - Foto: Daniele Marinho

Conheça agora os museus mais incríveis de Belo Horizonte para você visitar com a sua família e amigos.

E eis que estamos na Museum Week, #museumweek, uma ação mundial realizada anualmente pelas instituições culturais nas mídias sociais. A #MuseumWeek2020 está ocorrendo entre os dias 11 e 17 de maio. E nesse ano, devido à triste situação da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), o evento criou o lema “togetherness – 7 days, 7 themes, 7 hashtags”.
E para apoiar esse movimento, além do fato de sermos historiadores e uma família que AMA museus, resolvemos preparar uma listinha bem bacana de museus incríveis para você conhecer quando estiver passeando pela capital mineira, no pós pandemia.
Vamos à nossa lista!


Museus em Belo Horizonte que você precisa conhecer


Museu Mineiro em Belo Horizonte

Museu Mineiro em Belo Horizonte

O Museu Mineiro é um dos mais representativos, além de um dos mais antigos, espaços museais de Minas Gerais. O prédio que abriga o Museu foi edificado pela Comissão Construtora da Nova Capital no final do século XIX e sua arquitetura reflete bem os ares republicanos e científicos de uma nova era, bem típica do período. O Museu foi ali instalado somente na segunda metade do século XX, apesar de sua criação ter sido determina por Lei em 1910. Seu acervo é composto de peças que documentam os diferentes períodos de formação do Estado, e que evidenciam a cultura mineira, como instrumentos de trabalho, domésticos e de uso pessoal, esculturas, mobiliário, objetos sacros, dentre muitos outros. Esse equipamento cultural faz parte do Circuito Praça da Liberdade, criado em 2010 e constituído por 14 instituições coordenadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico – IEPHA/MG. 

Endereço: Av. João Pinheiro 342 – Funcionários, Belo Horizonte, MG, Brasil. 
Funcionamento: Terça  a Sexta feira, de 10h às  19h; Sábado e domingo de 12h às 19h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Gratuita

Museu Histórico Abílio Barreto em Belo Horizonte

Museu Histórico Abílio Barreto em Belo Horizonte

O Museu Histórico Abílio Barreto remete a um período de divisor de águas em Minas Gerais, da mudança de paradigmas, do fim do período imperial para a república. O casarão que abriga o Museu foi construído pelos idos de 1833 e foi a sede da antiga Fazenda do Leitão.  Ali a Comissão Construtora da Nova Capital de Minas se instalou e organizou a construção de Belo Horizonte. O casarão, tombado em 1951, é hoje um exemplar remanescente do antigo Arraial do Curral del Rey que deu lugar a Belo Horizonte. O museu foi ali inaugurado em 1943 e já no final do século XX um anexo de arquitetura contemporânea foi inaugurado atrás do casarão.  Os atrativos do espaço consistem em exposições de curta, média e longa duração com a temática História de Belo Horizonte, bem como atividades culturais relacionadas às exposições em cartaz. Algo genial que você precisa ver a maquete do Largo da Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem e do Arraial Curral Del Rei no final do século XIX, que fica no térreo do casarão. Na área externa estão presentes as exposições permanentes, como o bonde elétrico, a locomotiva a vapor, o coche, o carro de boi, entre outros.

Endereço: Avenida Prudente de Morais, 202, bairro - Cidade Jardim. Belo Horizonte/MG
Funcionamento: Exposições: terça, sexta, sábado e domingo, das 10h às 17h; quartas e quintas, das 10h às 18h30. Área Externa: terça, sexta, sábado e domingo, das 7h às 18h; quartas e quintas, das 7h às 18h30. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Gratuita


Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte

Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte

O Museu de Artes e Ofícios (MAO)  foi inaugurado em 2005 e instalado no belíssimo prédio da antiga Estação Ferroviária de Belo Horizonte, construído no final do século XIX. Seu riquíssimo acervo é constituído de objetos representativos da cultura do trabalho, das artes e dos ofícios realizados no Brasil desde o século XVIII. Em destaque, exibe peças e demais vestígios das diferentes atividades profissionais que, em seu processo evolutivo, originaram os processos industriais mineiros, tais como os setores da mineração, lapidação, curtume, alimentício, dentre outros. 

Endereço: Praça Rui Barbosa 600. Praça da Estação. Centro. Belo Horizonte MG
Funcionamento: Terça feira somente visitas agendas; Quarta a sexta feira de 11 às 17h; Sábados e feriados de 9 às 17h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Gratuita

Memorial Minas Gerais Vale em Belo Horizonte

Memorial Minas Gerais Vale em Belo Horizonte

O Memorial Minas Gerais Vale foi inaugurado em 2010 e também faz parte do Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Ele está instalado no prédio da antiga Secretaria do Estado da Fazenda de Minas Gerais, erguido entre 1895 e 1897. Contam até que a pedra fundamental da cidade de Belo Horizonte foi lançada nesse espaço. O Memorial disponibiliza 31 salas com atividades e apresentações interativas e lúdicas sobre a história de Minas Gerais desde a colonização. Para isso, são utilizados cenários reais e virtuais, vídeos, áudios, esculturas, maquetes, mapas e demais exposições sobre a cultura e as tradições mineiras. O bacana é que, para as crianças, o espaço museal disponibiliza uma bolsa com um Kit de binóculo, lupa e lanterna para ser usada em salas como “Minas Rupestre”, onde há a simulação das cavernas com pinturas rupestres. 

Endereço: Praça da Liberdade, 640 - Savassi, Belo Horizonte - MG
Funcionamento: Terça  a Sexta feira, de 10h às  19h; Sábado e domingo de 12h às 19h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Gratuita

Museu das Minas e do Metal de Belo Horizonte

Museu das Minas e do Metal de Belo Horizonte

O Museu das Minas e do Metal implantado em 2008 é outro equipamento que integra Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Ele foi instalado no conhecido “Prédio Rosa”, inaugurado em 1897 para sediar a Secretaria do Interior. O acervo do Museu é constituído de elementos da mineração e metalurgia, e documenta essas atividades econômicas de Minas Gerais com o objetivo de apresentá-las em uma perspectiva histórica e de desvendar, de maneira lúdica e interativa, o papel do metal na vida do homem. O espaço é rico de atividades incríveis e de espaços interativos como o Chão de Estrelas que funciona como uma espécie de Planetário às avessas. São 18 salas que guardam mais de 40 atrações, sendo que algumas delas são dedicadas às principais minas do Estado e "ganham personificação" ao serem apresentadas por personalidades históricas e fictícias como Dom Pedro II, Imperatriz Teresa Cristina e Xica da Silva.  

Endereço: Praça da Liberdade, s/n - Funcionários, Belo Horizonte.
Funcionamento: Terça  a Sexta feira, de 10h às  19h; Sábado e domingo de 12h às 19h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Gratuita

Museu de Arte da Pampulha de Belo Horizonte

Museu de Arte da Pampulha - Foto: Daniele Marinho
Museu de Arte da Pampulha integrado ao Conjunto Arquitetônico. Foto: Daniele Marinho

O Museu de Arte da Pampulha (MAP)  é um dos grandes e belos cartões postais de Belo Horizonte. Um exemplar significativo e representativo da arquitetura moderna, que o turista não pode deixar de conhecer para fazer aquela foto cenográfica.  O edifício foi construído na década de 1940 para ser um Cassino e foi o primeiro projeto de Oscar Niemeyer a ser finalizado no Conjunto Arquitetônico da Pampulha. Além do Museu, integra esse Conjunto a Igreja de São Francisco de Assis, a Casa do Baile e o Iate Clube. Carinhosamente apelidado de Palácio de Cristal, tornou-se MAP em 1957 e o principal centro de divulgação de arte contemporânea em Minas Gerais. Seu acervo é constituído de, dentre outras, centenas de obras de artistas importantes como Portinari, Guignard, Di Cavalcanti, Amilcar de Castro. Seu entorno é belamente adornado pelos jardins do paisagista Burle Marx e por esculturas de artistas como de August Zamoiski e Alfredo Ceschiatti. Uma informação muito importante é que ele não possui exposição permanente, devido à intensa iluminação solar que passa por suas paredes de vidro e que danificariam as peças. Por isso fique sempre atento à programação de exposição do Museu, que exibe uma coleção de seu acervo uma vez por ano.

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16585. Pampulha. Belo Horizonte. 
Funcionamento:  Terça a domingo, das 9 às 19h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado. O mesmo já se encontrava fechado desde dezembro/2019 para reforma.
Entrada: Gratuita

Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG em Belo Horizonte

O Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG foi instalado na antiga Fazenda Boa Vista após 1968, enquanto que o Jardim Botânico tem a sua origem ligada ao funcionamento do Horto Florestal, na localidade, em 1912. O acervo do Museu é formado por objetos de estimado valor histórico e científico da área de arqueologia, cartografia, etnografia, geologia, paleontologia, arte popular, zoologia e botânica. Essas peças estão disponíveis à visitação em diferentes ambientes temáticos, como Exposição Paleontologia, Exposição Espaço Interativo Ciências da Vida, Exposição Centro de Referência em Cartografia Histórica, Presépio Pipiripau e do Pipiripin e outros. Durante o período de férias escolares há sempre programações educativas especiais. 

Endereço: Rua Gustavo da Silveira, 1035 - Santa Inês, Belo Horizonte. 
Funcionamento: De quarta feira a domingo, entrada entre 10h e 16h e saída até 17h30. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Paga. Estudantes e funcionários da UFMG, crianças até 5 anos, pessoas acima de 60 anos não pagam. 

Museu de História Natural da PUC Minas em Belo Horizonte

Museu de História Natural da PUC Minas em Belo Horizonte

O Museu de Ciências Naturais da PUC Minas foi criado em 1983 e seu acervo é composto de diversas coleções científicas da fauna e flora com mais de 130 mil espécimes. São coleções de fósseis de mamíferos, aves, peixes, répteis e anfíbios, animais invertebrados e botânica. Além disso, existem os setores dedicados à Arqueologia, Astronomia e Bioacústica, disponíveis para a visitação e para a realização de atividades voltadas ao público.  As coleções de longa duração  são bem interessantes e destacamos a Fauna exótica, o Planetário, Jardim de Borboletas, a Grande extinção, a Vida na água, Memórias de um Naturalista (Peter Lund) e a Era dos répteis. Durante as férias escolares há também oficinas interativas. 
Endereço: R. Dom José Gaspar, 290 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte.
Funcionamento: Terça feira a sábado, de 9 às 17h. Durante o período de pandemia, o Museu se encontra fechado.
Entrada: Paga. Crianças de 4 a 12 anos e adultos acima de 60 anos pagam a metade. A entrada é gratuita para crianças de até 3 anos.

Esses foram apenas alguns museus incríveis existentes na capital mineira, porém há outros espaços museais e centros de cultura muito bacanas para se conhecer em Belo Horizonte e região metropolitana!

Você pode se interessar também pelos seguintes posts:

#MuseumWeek2020 #HeroesMW #CultureInQuarantineMW #ArtInQuarantine #togetherMW #MuseumMomentsMW #MuseumMomentsMW #dreamsMW

Salve essas dicas em seu Pinterest.

https://pin.it/1dsRYee

Esse texto faz parte uma Blogagem Coletiva com o tema Museus. Conheça os outros blogs participantes.

Uma Viagem Diferente - 10 Museus em Buenos Aires para seu roteiro
Across The Universe - Uma visita ao Museu Inhotim, em Brumadinho
Experiência Barbara - Cultura Inca: dois museus com algo em comum
Let's Fly Away - Museu de Belas Artes RJ: grande acervo brasileiro [museum week]
Viajante Móvel - Museus Online no Brasil     
6 Viajantes -  Visitando o Museu Imperial em Petrópolis no Rio de Janeiro 
Além da Curva - Conheça o Museu Memorial do Cerrado, em Goiânia
Chicas Lokas Na Estrada – Conheça o Museu Casa Guimarães Rosa 
Me Leva Viajar - 10 Museus russos para visitar on line durante a Quarentena
Pelo Mundo com Manu - Museus Brasileiros para conhecer de Casa 
Dani Turismo - Museu Marítimo e Presídio de Ushuaia 
3 Gerações e 1 Mala - Galleria degli Uffizi
Destinos por onde andei... - Metropolitan Museum of Art, o imperdível de Nova York  
Entre Mochilas e Malinhas - 3 Museus para entender a História da Argentina 
Mapeando Mundo - Cinco museus para visitar sem sair de casa 
  1. Dos listados, conheço 3, e como posso reforçar o quão bacana são. Agora, tenho que por outro passeio por BH na listinha de desejos para conhecer os outros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom Emilia, que você gostou e quer voltar pra ver os outros! Obrigada pelo carinho e pela visita ao blog!

      Excluir
  2. Que delícia esse post, tanta opção de passeios culturais, tudo tão perto e tão acessível!!

    ResponderExcluir
  3. O mais legal é que a grande maioria é gratuita, então não tem desculpa para não visita-los e aprender um pouco mais!

    ResponderExcluir
  4. Ah, que demais! Eu conheci os museus da Praça da Liberdade em Belo Horizonte e fiquei encantada, como são incríveis! Não vi a hora passar lá dentro, me surpreendeu muito. Agora preciso conhecer os outros dessa lista.

    ResponderExcluir
  5. Quantas opções incríveis de museus em Belo Horinzonte! Preciso urgentemente voltar a BH. Só visitei alguns no corredor cultural da Praça da Liberdade.Quero muito visitar o museu desenhado pelo Niemeyer na Pampulha.

    ResponderExcluir
  6. Depois de ler esse texto so me vem na cabeça que preciso explorar mais a capital mineira, e esses museus em Belo Horizonte parecem incríveis.

    ResponderExcluir
  7. Excelentes dicas! Quero tanto conhecer melhor MG e BH! As indicações já estão todas anotadas!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conheço Belo Horizonte, e quanto mais pesquiso, mais motivos descubro para não demorar a fazer. Muito legal a lista, já quero conhecer vários dos museus.

    ResponderExcluir
  9. O museu de arte da Pampulha está na minha rota. Fiquei ainda mais empolgada por saber que ele não tem exposição permanente, ou seja, vai sempre ter novidade.

    ResponderExcluir
  10. A quantidade de museus com a sua diversidade temática mostra o quanto vale a pena conhecer Belo Horizonte. E o melhor, cultura ao alcance de tod@s. Obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir
  11. Já visitei alguns desse museus de Belo Horizonte quando morei em Minas Gerais e são incríveis. Agora que retornei a este estado maravilhoso, vou com certeza visitar os que faltaram. Já salvei essa sua lista!

    ResponderExcluir
  12. Que vontade de explorar Belo Horizonte! Faríamos uma viagem por Minas em julho e já tinha programado passar alguns dias em BH. Vou guardar esse post para quando reprogramar essa viagem.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, preciso voltar urgentemente em BH. Muitos museus que ainda não fui! Já querendo levar os pequenos para conhecer. Viajei no tempo lendo esse post! Realmente amei.

    ResponderExcluir
  14. Não conheço Belo Horizonte ainda! Que bom saber que tem tantos museus! Uma matéria dessas facilita muito na hora de organizar uma viagem pra lá!

    ResponderExcluir
  15. Eu fiquei bastante interessada pelo Circuito Cultural da Praça da Liberdade, onde há dois museus em potencial. Adoro museus interativos, como o MGVale e o Metal, que mostra a importância do mineral na vida do homem.

    ResponderExcluir
  16. Que legal! Eu sou muito fã de Museu de história natural. Ainda não conheço Minas mas espero conhecer em breve

    ResponderExcluir
  17. Quantas opções de museus interessantes! Já salvando esse post para quando for a BH

    ResponderExcluir
  18. Belo Horizonte tem museus ótimos mesmo, você selecionou muito bem, parabéns. Para quem visitar a nossa cidade querida, não tem desculpas de não conhecer alguns deles, tá tudo aqui. Perfeito, beijos.

    ResponderExcluir
  19. Para minha vergonha apesar de morar em BH a anos, ainda não conheço o museu Mineiro e o museu de Artes e Ofícios. Assim que a quarentena acabar vou conhecê-los.

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search